Empreendedorismo feminino: Incentivos à liderança feminina

 

O mundo corporativo está mudando e as mulheres conquistam cada vez  mais espaço. O aumento da representatividade delas no mercado e a crescente demanda por um novo estilo de liderança vislumbram um futuro de equilíbrio que contribui para o desenvolvimento do País.

A comprovação está no estudo divulgados no pelo Sebrae, em 2013.  O material aponta que em 2000, as mulheres simbolizavam 28,4% dos gestores paulistas.Já em 2010, elas passaram a representar 34,9% dos empresários.

O poder é delas!

A força feminina tem quebrado barreiras quando o assunto é empreendedorismo. Assumindo diferentes papéis na sociedade, a mulher encontrou no cenário corporativo uma oportunidade. Com um estilo de liderança inovador, elas têm demonstrado que existem novos desafios a serem explorados. Ao mesmo tempo que se preocupam com o desenvolvimento de suas empresas, elas visam à qualidade da educação de suas famílias e possibilitam o crescimento de mais pessoas.

A busca pela realização de um propósito, deixar um legado e a flexibilidade de horário estão entre as motivações que levam as empreendedoras a criarem o seu próprio negócio.

Mulheres na liderança: uma luta contínua

 A inserção da mulher no mercado de trabalho surgiu após a Revolução Industrial devido ao aumento da necessidade de mão de obra.  No Brasil, essa conquista foi mais significativa após a década de 80, com a Constituição Federal de 1988, quando elas conquistaram a igualdade jurídica.

Apesar das mudanças que aconteceram ao longo dos anos, os direitos da mulher ainda precisam ser revistos.  Já foi comprovado que as mulheres têm níveis de escolaridade mais altos que dos homens,  no entanto, elas continuam sendo desvalorizadas no ambiente de trabalho e ganhando menos.

A equalização de salários e a luta contra preconceitos estão entre os temas que ganharam destaque. Incentivar o ingresso de mulheres nos mais diversos setores, principalmente naqueles predominantemente masculinos, como tecnologia,  ainda é considerado um tabu e demanda uma certa ousadia para a conquista do reconhecimento.

Mulheres empreendedoras: Uma rede de negócios poderosa

Saber se reinventar e ter coragem para enfrentar os desafios são alguns dos requisitos básicos para ser um bom empreendedor. A Endeavor destaca algumas características que podem fazer a diferença:

  • Otimismo: sempre ver e esperar o melhor. Sempre acreditar que vai dar certo.
  • Autoconfiança: o empreendedor precisa acreditar em si mesmo, em seus talentos e suas opiniões.
  • Coragem para aceitar riscos: um empreendedor precisa lidar bem com riscos.
  • Desejo de protagonismo: desejo de ser reconhecido, tomar as rédeas da sua vida e ser pleno.
  • Resiliência e perseverança: não desistem facilmente. Superam desafios e vão até o fim.

Para as mulheres, a cobrança pode ser um pouco maior.  Saber como  conciliar todos os compromissos, carreira e família ainda  é o maior desafio. É necessário apropriar-se do empoderamento feminino e sobretudo romper barreiras.

A Rede Mulher Empreendedora (RME), por exemplo, é a primeira e maior rede de apoio ao empreendedorismo feminino no Brasil, que tem como propósito a integração, a capacitação e a troca de conhecimento entre mulheres que possuem ou buscam o próprio negócio.

Conheça programas que incentivam o empreendedorismo feminino

Após o reconhecimento da importância da mulher no mundo corporativo foram desenvolvidos alguns programas  que conectam executivas e incentivam  empreendimentos femininos.

Itaú Mulher Empreendedora 

Uma iniciativa do banco Itaú que busca apoiar mulheres donas de empresas por meio de capacitação, inspiração e conexão. As mulheres constroem a cada dia um mundo mais humano, colaborativo e inclusivo. Assim,  investir em mulheres é investir na transformação das comunidades e no desenvolvimento econômico e social do país.

A rede é destinada às  clientes do banco, com empresa formalizada com CNPJ. No site, as executivas têm acesso a rede de empreendedoras para troca de mensagens  e expansão do networking. A iniciativa promove ainda eventos e cursos.

EY Entrepreneurial Winning Women Brasil

A iniciativa conecta, todos os anos, uma elite de empreendedoras com um time de conselheiros de alta performance, cuja maioria é formado por mulheres, e impulsiona suas competências por meio de um programa customizado de mentoria executiva. 

O programa de mentoria, com duração de um ano, proporciona às empreendedoras a oportunidade de aperfeiçoar conhecimentos essenciais ao mundo dos negócios, tais como branding, liderança, gestão e relacionamento.