Cursos para Refugiados e Imigrantes: 3 ONGs que oferecem ajuda

3 ONGs que oferecem cursos para refugiados e imigrantes

De acordo com a ACNUR Brasil, Agência da ONU para Refugiados, 33.866 pessoas solicitaram o reconhecimento da condição de refugiado no Brasil em 2017, gerando, nas ONGs que atendem a esses recém chegados ao país, maior busca de ajuda por meio de cursos para refugiados e imigrantes.

Um dos principais motivos pelos quais uma pessoa deixa o seu países é o fato de ela não ver mais perspectivas de subsistência em sua terra natal, seja pelo alto índice de desemprego ou porque seu país encontra-se em situação de guerra.

A grande maioria sofre com a solidão e a saudade, porque nem sempre é possível imigrar com a família, já que, em qualquer país, as condições iniciais de um refugiado ou imigrante são incertas.

Além disso, outros desafios se fazem presente no cotidiano de um refugiado como o aprendizado da língua  e a inserção no mercado de trabalho.

O Brasil mantém uma política de portas abertas, entretanto é preciso compreender a necessidade de um plano de acolhida que facilite e que dê ferramentas aos refugiados, para que então eles possam aproveitar as oportunidades que o país tem a oferecer. Uma dessas ferramentas é a educação.

Vamos apresentar aqui três ONGs que têm a educação como aliada na ajuda aos refugiados, que oferecem cursos de idiomas e de capacitação profissional:

Instituo ADUS oferece cursos para refugiados

O Instituto ADUS tem o objetivo de reduzir os obstáculos que refugiados residentes na capital paulistana enfrentam para sua efetiva integração na sociedade.

Criado em 2010, o ADUS atende cerca de 500 pessoas por mês provenientes de mais de 50 nacionalidades, sobretudo da Síria, do Congo, da Palestina, de Angola e da Colômbia. Oferece aulas de português, cursos de qualificação profissional, apoio psicológico, inserção no mercado de trabalho, instrução e também preparação em empreendedorismo e ações culturais.

O Instituto também criou o projeto Conectadus, no qual refugiados ministram aulas de inglês, francês e árabe. No projeto Sabores & Lembranças,  realizam workshops de gastronomia e realizam serviço de catering.

Abraço Cultural

A ONG Abraço Cultural nasceu em 2013 em São Paulo com  intuito de promover a troca de experiências, a geração de renda e, principalmente, a valorização pessoal e cultural de refugiados residentes no Brasil.

Alunos durante aula na Abraço Cultural de São Paulo

Alunos durante aula na Abraço Cultural de São Paulo

Os estrangeiros fazem cursos sobre métodos pedagógicos e recebem a oportunidade de ter uma fonte de renda ensinando as línguas que dominam.

A ONG, que já conta com uma unidade no Rio de Janeiro, oferece cursos de árabe, espanhol, francês e inglês, todos ministrados por residentes refugiados que foram capacitados pela Abraço Cultural.

Associação Bom Samaritano Tidarfit

A Associação Bom Samaritano Tidarfit, localizada no bairro do Cambuci, em São Paulo, conta com ajuda de voluntários no desenvolvimento de projetos e oferecimento de cursos para refugiados ou imigrantes, a fim de integrá-los à nossa sociedade.

O projeto de Cursos Para Refugiados e Imigrantes oferece cursos gratuitos de alfabetização de adultos em português, português avançado, português básico e computação e informática.

Uma ONG feita por refugiados e imigrantes, para refugiados e imigrantes.

O projeto Mulher Esperança oferece formação por meio de cursos em diversas áreas como culinária, confecção de produtos de higiene e limpeza, costura e bordado, com o propósito de promover conhecimento e geração de renda.

Já o projeto Empresa Aberta promove o encontro entre as empresas e os refugiados e imigrantes. São oferecidas palestras e orientações diretas com o fim de aumentar as chances dessas pessoas no mercado de trabalho.

Conhece outras ONGs que trabalham com educação e capacitação profissional para refugiados? Compartilhe com a gente!