Conheça o Aldeias Infantis SOS Brasil e sua ação de proteção à infância

Diferentes ONGs e Institutos têm atuado no Brasil com foco na ação de proteção à infância e à adolescência. Por meio de atividades educativas, fortalecimento familiar e comunitário, acolhimento e lazer, essas ações filantrópicas contribuem para a melhoria de vida de milhares de brasileiros que vivem em situação de vulnerabilidade ou abandono. 

A ONG Aldeias Infantis SOS Brasil age neste caminho, engajando-se de diferentes maneiras e incentivando projetos sociais que ampliam a qualidade de vida e o acesso das crianças atendidas.

Neste post você irá conhecer um pouco mais sobre esse Instituto que atua internacionalmente e descobrir como suas ações estão auxiliando crianças brasileiras que vivem em situação de pobreza extrema. Confira!

A origem do Aldeias Infantis SOS

Fundada em 1949, essa organização sem fins lucrativos foi criada e idealizada pelo educador e filantropo Hermann Gmeiner, na cidade de Imst, na Áustria.

O pedagogo tinha o objetivo de auxiliar e acolher crianças que ficaram órfãs após a Segunda Guerra Mundial.

Por ter vivido a experiência de perder a mãe, o filantropo idealizou uma casa para abrigar as crianças órfãs, onde houvesse uma figura materna que conferisse ao espaço uma sensação de ‘lar’.

Com o passar dos anos, sua atuação foi sendo ampliada, gerando um grande número de lares, os quais passaram a ser chamados de Aldeias Infantis.

A palavra SOS foi adicionada ao nome em seguida, fazendo referência à sua associação chamada de Societas Socialis como também à expressão telegráfica utilizada durante a guerra “Save Our Souls”, que significa “salve nossas almas” em tradução livre.

Hoje a organização tem presença em 153 países e territórios, sendo ainda seu foco a atuação com crianças em situação de vulnerabilidade social, que perderam ou que podem perder a proteção de suas famílias e o convívio familiar.

A ação de proteção à infância no Brasil

Aqui em nosso país, o Aldeias Infantis SOS Brasil atua em 10 estados. Apenas em São Paulo, a instituição possui 6 unidades, sendo elas em Poá, Campinas, Rio Bonito, São Bernardo do Campo, Rio Claro e Pirassununga.

Suas fontes de arrecadação são, em geral, pessoas físicas que doam um valor mensal ou empresas que doam quantias maiores e contam com abatimento fiscal.

Os programas realizados pela organização contam atualmente com 89 casas-lares, que chegaram a atender quase 5 mil crianças.

Em cada casa-lar vivem até 9 crianças por vez, sendo que os irmãos biológicos nunca são separados. Essas casas contam com uma mãe-social que passa por uma formação de até dois anos para poder atuar com as crianças.

Nesses espaços, as crianças vivem e são educadas sobre quatro princípios básicos, sendo eles o de mãe social, irmãos, família e comunidade, sendo laica enquanto aos valores religiosos.

O intuito é que as crianças, adolescentes e jovens acolhidos possam assumir seus papéis na sociedade, com acesso integral aos seus direitos.

Projetos e programas realizados

A atuação no Brasil envolve 22 programas e um total de 17 projetos espalhados pelos dez estados brasileiros onde atua.

Por meio desses programas, a instituição promove os direitos básicos de proteção à infância, como alimentação, educação, lazer e saúde.

É do intuito do Aldeias Infantis SOS Brasil promover a oportunidade da convivência familiar e comunitária para as crianças e adolescentes atendidos.

Por meio do acolhimento integral dessas crianças que por negligência, abuso ou exploração tiveram os laços familiares rompidos, as casas-lares e a família social incentiva a boa auto-estima, os valores éticos e o desenvolvimento social de cada um.

Além disso, para atender o objetivo de Fortalecimento Familiar e Comunitário e prevenir a separação familiar, são realizados projetos em cultura, lazer, esporte, empregabilidade, educação, que contam com apoio de voluntários de diferentes frentes de atuação.

Dê Asas e Fortalecer

São alguns exemplos o programa Dê Asas (Educação e Lição de Casa), que atua com reforço no contraturno escolar e com orientações pedagógicas, ou ainda o programa Fortalecer: Território, Culturas e Saberes, que promove oficinas de teatro, música, dança e poesia, além de realizar saraus para que as crianças possam expressar seus aprendizados.

A instituição também realiza atividades como a orientação para saúde da mulher, atenção nutricional, capacitação para geração de emprego e renda, apoio e fortalecimento de lideranças locais, orientação nos cuidados com os filhos, entre outras práticas.

Incentivos públicos

Pela Lei Rouanet de incentivo à cultura, a ONG já possui três projetos aprovados, que são executados em cidades como Recife (PE), Lauro de Freitas (BA), Foz do Iguaçu (PR) e Rio de Janeiro (RJ).

Outros programas como o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD) e o Incentivo à Cultura do Estado de São Paulo (ProAc) também possuem projetos realizados pela instituição para prevenir a separação e o abandono parental.

É por meio dessas e de outras atividades que ação de proteção à infância promovida pelo Aldeias Infantis SOS Brasil se efetiva. Agora que você sabe mais sobre essa ONG, aproveite para conhecer 6 filmes que vão te inspirar a realizar trabalhos voluntários em instituições filantrópicas como essa.