05 ideias para captar recursos de pessoas físicas

O Terceiro Setor já descobriu há muito tempo que é sempre necessário renovar, modificar a sua fonte de captação de recursos. Diversos são os fatores que nos levam a isso: economia instável, financeiro curto, entre outras. Um nicho que vem sendo bastante abordado em questão é a doação de pessoas físicas.

Para que você consiga lograr êxito na captação de recursos de pessoas físicas, não é necessário muito. Na verdade, em muitos casos, o investimento é baixíssimo ou nulo. Além do que, muitas as dicas que nós compartilharemos com vocês a seguir irão lhe ajudar a fortalecer a imagem da sua ONG. Então, vamos para as dicas?

Use Captação Face- To-Face

Eu sei que pra muitos esta não é uma novidade, as a captação Face To Face está se tornando uma das principais ferramentas em vários municípios brasileiros. Acredita-se que essa forma de captação tenha surgido por volta dos anos 90, com a primeira iniciativa do Greenpeace na Áustria e de lá, foi se propagando por todo o continente.

Quem vê seu nome, pensa que pode ser algo bastante complicado, mas não é. Ela consiste em um grupo de colaboradores indo às ruas para conversar com as pessoas, olho no olho, e explicar os projetos e assim, descobrir se aquela pessoa gostaria de colaborar ou não com esses objetivos.

Você deve estar se perguntando: mas não é difícil? Segundo as pesquisas, não! Inclusive essa foi uma das principais forma de arrecadação utilizadas em 2017. O Sucesso vem da possibilidade da pessoa compreender melhor o projeto e então, se sentir segura para colaborar.

Nota Fiscal

Existem alguns programas governamentais como o Nota Fiscal Paulista ou o Nota Fiscal Paranaense que doam créditos àqueles que pedem seus cupons fiscais. E você pode depositar o cupom da sua compra mensal, por exemplo, nessa caixinha da ONG que é deixada no estabelecimento comercial Assim sendo, depois o mês, eles coletam esses cupons e cadastram no CNPJ da ONG e assim, essa bonificação acaba sendo cedida a eles.

Felizmente, para facilitar a vida do doador, existem alguns aplicativos como o Cupong e o Doa nota que permite que você ceda os seus créditos em prol de uma instituição. É uma forma muito bacana e vem sido aderida por todo os Estados que oferecem esse tipo de programa.

Bazares

Sim, é lógico que o mundo digital permite que a captação exista de forma muito mais frequente. Mas quando estamos falando de eventos físicos, percebemos a diferença entre atrair e criar vínculos. Criar um bazar é uma ideia fantástica para quem deseja um baixo investimento e um ótimo retorno para o seu projeto.

O ideal é que você comece escolhendo um tema para a sua venda, como brechó, artigos para a casa, para a decoração… Depois você começa a divulgar esse grande bazar nas redes sociais, no seu site, ou até mesmo em ações locais na sua cidade. Se possível, una o útil ao agradável: crie uma forma de você poder captar os e-mail de quem foi lá, assim, já tem um mailing poderoso depois!

Para realizar o bazar, veja se o local escolhido é prazeroso e arejado, se ele permite que as pessoas se sintam à vontade. Se possível, coloque alguns petiscos (que poderão ser cobrados ou não). A intenção após é analisar os dados que você já tem e ver a frequência com a qual você poderá realizá-los durante o ano.

Eventos desportivos

Assim como acontece com o bazar, criar um evento esportivo também é uma ótima oportunidade para captação de leads. A ideia aqui não é criar um multi campeonato! Vamos com calma… O objetivo é unir alguns time, uma assessoria de corrida ou até mesmo uma academia a fim de que esta promova o evento em prol a sua organização, entende?

Parceria com estabelecimentos locais

Faça uma conta simples: quantas cervejarias ou hamburguerias existem na sua cidade? Esses são os parceiros ideais para eventos de degustação! Em questões como essa, a troca acontece de forma mútua: você ajuda a atrair o público para o local e uma parte das vendas realizadas aquele dia passa a ser direcionada para a sua causa!

Essa ideia é perfeita para você por em prática quando o movimento começar a cair, como por exemplo, no meio do ano por causa do inverno. Aproveite!