Empreendedorismo Social: Como receber mais do que o lucro financeiro em seu negócio

Eles se denominam como o setor que fica entre o empresarial e o voluntário. São empresas que buscam realizar trabalhos comunitários, mas que ao contrário das habituais ONGs, eles procuram arrecadar dinheiro com suas ações e ainda obter benefícios financeiros com estas.

A pergunta é, seria possível? Como defender interesses sociais e ainda assim lucrar com isso?

Se realmente é possível trabalhar em prol da sociedade e ainda assim receber por este trabalho, essa é realmente uma excelente notícia, mas como podemos executar este tipo serviço? Quais seriam os apoiadores desse tipo de causa?

Este artigo tem a finalidade de expor sobre este assunto e tentar sanar as suas dúvidas sobre o assunto em questão.

O que é empreendedorismo social?

Uma empresa que tenha se submetido ao compromisso com a sociedade, trabalha no exercício de atividades que busquem soluções para problemas sociais e ainda assim possam lucrar com estas atividades.

Algo um tanto contraditório, já que buscar dinheiro pode significar ir contra muitas coisas que sejam a favor da sociedade.

É importante saber diferenciar empresas comprometidas em melhorar a sociedade (ou chamadas de empresas de impacto social), que trabalham especialmente para isso e as empresas que apenas tentam reduzir o seu impacto ambiental como as que replantam as árvores que utilizam por exemplo.

Esta, por mais que tenha atitudes boas, ainda assim tem por objetivos vender seus produtos.

Dentro das empresas sócio ambientais, o lucro pode ser revertido em novas obras ou repassado para os sócios que investiram no negócio.

Os principais setores para negócios sociais

Muitas atividades remuneradas no Brasil podem ser ligadas ao empreendedorismo social e cada vez mais esse número cresce.

Dentro da educação, onde possuímos muitas falhas, temos na tecnologia muitas pessoas que se dispõem a repassar o seu conhecimento.

Já na saúde é possível encontrarmos muitas clínicas que repassam seus serviços a um preço acessível.

E nos bancos cada vez mais vemos juros baixos e acessíveis. São as finanças sociais, afinal quanto mais fácil para se investir mais e mais pessoas o farão.

Como criar a sua empresa de impacto social

Leu o nosso artigo e gostou da ideia? Quer abrir sua própria empresa que além de não causar impactos sociais ainda ajude a sociedade a ser algo melhor?

A seguir temos algumas dicas para te ajudar.

Primeiro, você precisa descobrir com o que quer trabalhar. E para lucrar com isso você precisa escolher um grande “problema”, um que atinja muitas pessoas.

Precisa saber quais são as reais necessidades de seu público alvo e o quanto eles podem ou estão dispostos a pagar pelos seus serviços.

Inicie com testes para estudar o terreno que está adentrando e para sempre buscar uma melhora nos seus serviços.

Cultura organizacional forte

Você pode iniciar qualquer trabalho sozinho, mas irá ascender somente se criar parcerias fortes com outras empresas que apoiem a sua causa.

No Brasil existem muitas empresas que fazem negócios sociais, procure saber sobre eles para que você se anime e veja o quanto é possível fazer esse tipo de trabalho.

Além disso temos empresas facilitadoras, aquelas que apoiam e fazem investimento nas empresas que fazem negócios sociais.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *