07 dicas para captar recursos no Terceiro Setor

As ONGs (Organizações não governamentais) existem para suprir a lacuna deixada pelo Estado. Diga-se de passagem, elas transformam a realidade de muitos jovens e crianças que se envolvem nesses projetos e conseguem mudar de vida. Lembra-se da judoca campeã olímpica Rafaela? Ela foi um talento descoberto em uma ONG no Rio.Mas, o principal desafio enfrentado pelas ONG é justamente a sobrevivência. É muito difícil custear os projetos e, como o próprio nome diz, ela não visa lucro, então sobrevive única e exclusivamente de doações. A boa notícia é que com um plano muito bem elaborado, essas doações conseguem transformar a realidade da ONG!

E pensando nisso, elaboramos 07 dicas simples para melhorar a sua captação de recursos para que seus projetos saiam do papel. Observe!

Planejamento

A primeira dica de ouro é que você tenha sempre um planejamento estratégico em mente. Estar atento à contabilidade da ONG, entender quanto de dinheiro você precisa para que a ONG funcione por um X de tempo, construir uma estratégia de marketing em cima disso são apenas alguns exemplos de ações essenciais para que você tenha sucesso em sua gestão. É importante que todos os passos sejam pensados, discutidos e previstos pelos gestores e só a partir daí, novas atitudes sejam tomadas.

Editais

Você pode até não saber, mas muitas empresas privadas, internacionais e nacionais também, estão sempre abrindo editais para descobrir novos projetos que visem contribuir com a sociedade. Alguns destes são bem temáticos, com assuntos determinados. Outros são mais abertos e menos específicos.

Eventos

Realizar um evento pode ser uma porta aberta para a captação de recursos, sim! Você pode fazer uma apresentação de algum projeto e ainda vender os convites para a entrada (as pessoas costumam ajudar quando sabem que a bilheteria será toda revertida para o projeto). A criação de bazar ou festas temáticas, como a festa junina, também são ótimas oportunidades.

Financiamento Coletivo

Elas estão cada vez mais fortes. O crowdfunding tem ganhado mais e mais espaço tanto aqui, quanto no exterior. Existem muitos sites que podem ser utilizados. As taxas variam de acordo com as campanhas levantadas: vakinhacatarse e juntos.com.vc.

Campanha de Doação

Para uma boa campanha de doação, é necessário ter um planejamento e uma boa comunicação, aquilo que citamos no item 01. Um site, movimentação nas redes sociais e a produção de um vídeo institucional costumam ajudar e agregar valor à instituição aproveite tudo o que a tecnologia tem de melhor e faça bom uso, comunique-se!

Notas Fiscais

Este é um processo bem simples, basta você deixar uma caixinha com a logo da sua instituição para que a pessoa deposite a nota fiscal de suas compras. Depois, você precisará de voluntários ara cadastrar essas notas fiscais, revertendo essa nota em dinheiro, que poderá ser resgatado pela instituição. Existe a Nota Fiscal Paulista e a Nota Paraná.

Doadores individuais

Invista, sempre que possível, em doadores individuais. Assim, você não dependerá apenas de empresas e do repasse de verbas governamentais. Além disso, esses doadores costumam atuar como um verdadeiro marqueteiro para a causa, levando novas pessoas a colaborarem mensalmente. Lembrando aqui que você precisa conhecer o perfil do seu doador para que consiga desenvolver um plano, uma estratégia de marketing que consiga atingi-lo.

Existem boas formas de se conseguir fundos para uma causa. E você, qual costuma usar? Conta pra gente nos comentários!