As maiores ONGs de ajuda humanitária no mundo

As ONGs (Organizações não-governamentais) fazem um trabalho muito importante, tanto no Brasil quando em outros países. Elas atuam exatamente na lacuna entre o Estado e a Sociedade, tentando levar um conforto, uma segunda oportunidade para aqueles que acabam ficando às margens da sociedade.

No mundo, como um todo, existem muitos conflitos. O trabalhos dessas ONGs acabam levando um fio de esperança, um fio de vida para que as pessoas continuem acreditando, cada dia mais e mais. Por isso, que tal conhecer as maiores organizações que prestam o seu serviço por diversos lugares do mundo? Lembre-se: a intenção aqui é de fazer do mundo, um lugar melhor para se viver.

ONG médico sem fronteira

Talvez, essa seja a organização sem fins lucrativos  mais conhecida da história e sem dúvidas, uma das mais reconhecidas. O MSF- Médico Sem Fronteiras- leva cuidados médicos para aqueles que foram afetados por crises humanitárias, sendo estas, desastres naturais, epidemias ou guerras.

Ela fora criada em 1971, por jornalistas e médicos que viram essa situação social e resolveram fazer a sua parte em tornar do mundo, algo mais pacífico e gostoso de viver. O que lhes chamou a atenção, principalmente, era a falta de gerência humanitária em situações de graves acidentes e desastres. Seu suporte começou na África e hoje, já estão presentes em mais de 70 países diferentes, oferecendo cuidado e ajuda àqueles que mais necessitam, Veja como ajudar

BRAC

Inicialmente, fora criada para ajudar as vítimas do tufão de 1970. A ONG que tem sua sede fundamentada em Bangladesh e é a organização que mais tem colaboradores nos dias de hoje. Seu foco é, primeiramente, o combate a pobreza. Estima-se que a BRAC tenha conseguido ajudar mais de 150 milhões entre os continentes asiáticos e europeus.

Seu criado é Fazle Hasan Abed, que já ganhou o Prêmio Mundial de Alimentação em 2015 e hoje, tem 81 anos. O prêmio, de reconhecimento mundial, foi devido ao trabalho ativo da ONG em diminuir a pobreza em Bangladesh e em demais países.

Segundo a filosofia da ONG, a pobreza não é apenas fruto da falta de renda, mas sim, de falta de oportunidades, de saneamento básico, de acesso à saúde e diversos fatores que compõem essa situação. E por esse motivo, pelos últimos anos, o foco voltou-se para os direitos humanos o empoderamento social e econômico, fazendo com que essa população consiga virar essa situação e inverter o jogo a seu favor. Veja como ajudar

Mercy Corps

Mercy Corps é uma ONG com foco na ajuda humanitária para aquelas pessoas que acabaram de perder tudo num acidente natural, colapso econômico ou conflitos (guerras). Eles procuram aliviar esse sofrimento, essa opressão, levando um pouco de conforto e amor para quem acabou de perder tudo o que tinha na vida.

Ela fora fundada com o nome Save The Refugess Fund, em 1979. Logo no princípio, ele acabou arrecadando US$ 1 milhão para ajudar os refugiados do Camboja. Nos anos 80, mudou de nome e acabou fixando-se numa sede. A partir daí, passou a trabalhar em projetos que visavam na redução das desigualdades, da pobreza em populações de risco.

Atualmente, ela estava presente, auxiliando as vítimas do Tsunami do Oceano Índico (2004), do Terremoto no Haiti (2010) e do Furacão Katrina (2005). Veja como ajudar

Save the Children

Uma das ONGs mais antigas, sendo criada em 1919, a STC estava presente colhendo as primeiras consequências da PRimeira Guerra Mundial, que evastous a vida de milhares de crianças que viviam na Europa. A organização passou a se consolidar ao longo do tempo, participando de importantes debates, como a Convenção Internacional sobre os Direitos da Criança, em 1989.

A filosofia dessa ONG é que todas as crianças, não importando onde nasçam, tenham os mesmos direitos, direitos a vida, a condições de educação, a uma vida saudável, a proteção constante e é por isso que ela luta. Hoje, está presente em 120 países ao redor do mundo.

E aí, se inspirou? Veja ONGs em São Paulo que também precisam da sua ajuda como voluntário!